Pode cachorro e gato no Metrô de São Paulo?

Apenas cães-guia são permitidos no Metrô, mas nos ônibus os animais de estimação são bem-vindos.

Esses dias um cachorro atrasou a Linha 3-Vermelha do Metrô em São Paulo, e o ocorrido é mais comum do que parece.

É verdade que a maioria desses cães são de rua, e acabam vagando até chegarem aos trilhos. Mas você sabia que não pode levar cachorros ao Metrô? Não somente cachorros, como outros animais domésticos, e claro, os silvestres.

Apenas cães-guia, para quem possui deficiência visual, são permitidos. Nos ônibus de São Paulo, porém, desde 2015 existe uma lei que permite o trânsito de cães e gatos de até 10kg.

Mas preste atenção nas regras para levar animais domésticos nos ônibus

Mesmo autorizados nos ônibus, os bichanos e cachorros precisam estar encoleirados, com focinheira ou dentro da caixa de transporte. Devem estar limpos e sem doenças contagiosas. Eventualmente, o motorista pode pedir a carteira de vacinação dos animais.

É válido lembrar que nos ônibus os animais não podem ser transportados em um assento, e sim no chão. Caso se acomodam em bancos, devem pagar por uma passagem. Para evitar que ocupem muito espaço, foi proibido também o transporte deles das 6h às 10h e das 16h às 19h, horários de pico na capital paulista.

No metrô os cães-guia não possuem horário determinado.

Com o objetivo de garantir a aplicação da lei, empresas de ônibus estão sujeitas à multa caso descumpram a determinação. Você pode obter mais informações no 156 da SPTrans, que regula os ônibus na cidade.

Transporte de animais na CPTM pode?

Os trens da CPTM trabalham com a mesma política do Metrô, então por lá somente cães-guia! 

Evite filas!

Para facilitar a viagem com os bichanos, certifique-se de carregar o Bilhete Único antes de sair de casa! Em São Paulo você pode usar o aplicativo mais leve e bem avaliado, o OnBoard. Para baixar clique aqui

Você pode também carregar o Bilhete Único pelo Facebook usando Bipay, conheça mais.