Fiscalização intensa nos próximos 15 dias no BRTRio promete diminuir aglomerações

Com objetivo de oferecer um serviço de maior qualidade à população e reduzir o risco de transmissão da COVID-19, “Vamos começar a usar todas as câmeras do sistema BRT para poder fiscalizar melhor o sistema”, diz secretária municipal de Transportes do Rio, Maína Celidonio

Foto: William Werneck/Prefeitura do Rio.

Os ônibus lotados se tornaram comuns durante a pandemia em várias cidades brasileiras. O Rio de Janeiro é um exemplo, passageiros e passageiras do BRT Rio reclamam que o distanciamento social não é respeitado nos veículos da cidade, ocasionando aglomerações nos ônibus. 

Com isso, a secretária municipal de Transportes do Rio, Maína Celidonio, prometeu uma fiscalização mais rígida. A partir de segunda-feira (04), a prefeitura iniciou uma operação integrada no BRT que percorrerá os próximos 15 dias.

“Esta foi a primeira ação de ordenamento, limpeza, manutenção e distribuição de máscara em 26 estações de maior aglomeração. Começamos uma campanha de conscientização para que as pessoas usem máscara no transporte, falem pouco, não comam nem bebam para evitar a contaminação de COVID-19. Esta ação integrada tem como objetivo garantir mais conforto e maior sensação de segurança  aos usuários”

afirmou a secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio.

A fiscalização está prevista para 26 estações de maior movimento e conta com a presença das secretarias de Transportes, Ordem Pública, Assistência Social, Conservação, Saúde, Comlurb, CET-Rio, Rioluz e Subprefeituras, em conjunto com o BRT Rio. 

“A fiscalização será mais intensa. Estamos com uma nova gestão mais inteligente. Vamos começar a usar todas as câmeras do sistema BRT para poder fiscalizar melhor o sistema

disse Maína em entrevista ao Bom Dia Rio.

Ainda, de acordo com a secretária, estão sendo realizadas reuniões com os consórcios a fim de levantar um estudo sobre a atual frota operante, a demanda e quais ônibus estão disponíveis nas garagens. O objetivo é reorganizar a distribuição de linhas e diminuir a concentração de passageiros nas estações, principalmente em horários de pico.

Segundo a Agência Brasil, Maína acompanhou a ação na estação do BRT Santa Cruz, na zona oeste, na segunda-feira (04) e disse que neste primeiro momento é importante conscientizar os passageiros a fazer uso da máscara e respeitar o distanciamento nas filas. 

A secretária ainda confirmou a reabertura de sete estações e reformas, além de melhorias em outras estações durante o mês de janeiro deste ano. As ações prevêem a diminuição na superlotação de ônibus BRT.

Larissa Belinazi

Estagiária na ONBOARD. Estudante de engenharia apaixonada por marketing de conteúdo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: